Muita gente tem me perguntado se eu não pretendo continuar este blog, acho que os devo um esclarecimento.

Eu comecei este blog porque queria (e quero) divulgar quadrinhos de origem européia para o público brasileiro, que infelizmente ainda tem um conhecimento muito restrito da enorme gama de material disponível no Velho Continente. Além disso, queria um lugar para colocar meus escritos sobre quadrinhos, que geralmente ficam esquecidos em fórums ou listas de mensagens, onde eu pudesse ter algum controle sobre meus textos e garantia de que eles não seriam apagados, de que eu pudesse efetuar correções e atualizações, etc.

Tudo muito belo, a questão é que desde então eu comecei a fazer alguns trabalhos escritos PAGOS, traduções e a desenvolver o meu livro sobre o Tintim (que ainda está beeeeeem no início, caso estejam se perguntando), atividades que reduziram meu tempo livre, já bastante escasso devido a meu emprego regular (que, infelizmente, não tem nada a ver com HQs), quase a zero. Nessa situação, eu poderia deixar de lado minha leitura de quadrinhos ou o trabalho não remunerado, ou seja, este blog. A escolha é óbvia.

Mas esse não é o fim! Eu ainda POSSO transformar minha atividade no blog em algo remunerado (ainda que pouco) utilizando anúncios! Ou poderia SE o WordPress me deixasse, o que não é o caso. Para colocar anúncios eu tenho de hospedar meu blog em outro provedor, o que não posso fazer no momento.

No momento? Sim, porque eu devo mudar de residência em pouco tempo (um mês ou coisa assim) e, no processo, mudar para um outro provedor de Internet, que VAI me fornecer um espaço onde posso colocar um blog com quantos anúncios eu bem entender! eu vou poder transformar isso em uma atividade (moderadamente) remunerada e justificar o tempo que eu gasto escrevendo estes artigos.

Claro que isso não é para agora. Mudar de casa não é uma coisa facil e eu ainda terei de conciliar isso com minhas outras atividades (relacionadas acima), o que deve adiar o lançamento da versão 2.0 do blog. Mas ela virá, acreditem em mim!

Afinal, vocês não vão se livrar de mim assim tão facilmente…